Como Viajar Para Orlando Com o Dólar Alto?

Como viajar para Orlando com o dólar alto? Aproveitando durante alguns dias, para que a viagem seja realmente memorável? Pois é! Certamente você já teve esta dúvida, ainda mais vivendo a situação atual em nosso país.

Com o dólar, digamos, instável, muitas vezes nos deparamos com o preço exorbitante de câmbio, o que pode acabar atrapalhando os nossos planos. E aquele sonho de conhecer o Mickey vai ficando cada vez mais de lado.

Porém, temos uma notícia para você! É possível sim viajar para a Disney com o dólar alto, apenas seguindo algumas dicas muito importantes. E é exatamente sobre isso que falaremos em nosso guia de hoje. Acompanhe a seguir as nossas 10 dicas de como viajar para Orlando com o dólar alto.

10 dicas de como viajar para Orlando com o dólar alto

Abaixo listamos dicas para você aprender a como viajar para Orlando com o dólar alto, e assim, não deixar de viver um dos seus sonhos de viajante! Veja:

1 Escolha o período de forma coerente

O primeiro passo, e talvez o mais importante, é você pensar no período da sua viagem. Ou seja, este ponto precisa ser considerado de forma coerente, de fato, para não haver desapontamentos e frustrações. Afinal, a gente sabe que períodos de alta temporada podem ser muito mais caros do que períodos aleatórios ao longo do ano, não é mesmo?

Porém, sabemos que você quer visitar a festa de Natal Disney 2018, por exemplo, mas talvez este não seja o momento mais propício para tal objetivo. Você pode, em contrapartida, se programar para o ano seguinte, quem sabe até lá a economia não melhora?

Portanto, invista em períodos que proporcionem uma maior economia para você. Pois sabemos que, em alta temporada, o parque da Disney é extremamente requisitado, e por isso, planejar-se com antecedência e considerar esse ponto é muito importante para economizar até 50% do valor que você investiria em alta temporada.

2 Comece a acumular as suas milhas!

Outro ponto que precisamos discutir, se você quer economizar na hora de viajar com o dólar alto, é a questão das milhas. Sim! Muita gente não dá importância para os programas de milhas que vemos por aí, mas acontece que, na verdade, em grande escala elas podem ser muito interessantes e funcionam super bem.

Portanto, se você é do tipo de viajante assíduo, não deixe de acumular as suas milhas! Afinal, as viagens, de maneira geral, apresentam um alto valor de custo principalmente nas passagens. Contudo, está na hora de abrir a mente e buscar alternativas que possam reduzir expressivamente os seus custos, ok?

3 Pesquise as melhores casas de câmbio

Este terceiro ponto também é extremamente importante para quem busca dicas de como viajar para Orlando com o dólar alto: as casas de câmbio. Sim! Porque não basta você ir na casa de câmbio mais próxima da sua casa e adquirir alguns dólares para turista, a fim de usufruir da sua viagem.

É preciso, portanto, pesquisar as melhores possibilidades, com um preço mais adequado a sua realidade. Conheça as taxas para a transição e procure se programar para não pagar mais caro apenas por não pesquisar. Existem diversas possibilidades que podem gerar uma economia interessante para você.

4 A economia na hospedagem

A hospedagem também precisa ser bem planejada. Se você pretende fazer outras coisas na sua viagem, além de visitar a Disney, por exemplo, é muito importante que você pesquise bem antes de encontrar um lugar ideal para ficar. O Airbnb, por exemplo, pode lhe ajudar nesta tarefa.

Desse modo, ao invés de investir fortunas em hotéis onde todo mundo fica, você pode encontrar alternativas mais econômicas que não pesarão tanto no seu bolso.

5 Transporte público a seu favor

Outra forma de economizar, em qualquer viagem, quando o dólar está alto, é a utilização de transporte público. Isso proporcionará uma economia incrível para você, principalmente para quem viaja com o objetivo de conhecer outras partes de Orlando, além do parque. Aposte nesta alternativa!

6 Não exagere nas refeições!

A gente sabe que, quando viajamos, principalmente para o exterior, a vontade que temos é de experimentar todas as possibilidades de refeições incríveis que o local pode proporcionar. Porém, isto pode ser um erro quando pensamos em economizar em épocas de dólar alto.

Portanto, foque e mantenha a coerência nas suas refeições! É claro que não estamos dizendo para você “passar fome” na sua viagem, mas sim, estamos dizendo para que você, mais uma vez, pesquise. Pesquise e assim encontre alternativas não tão caras.

Mas, além de pesquisar, é necessário que esta pesquisa seja feita com antecedência. Ou seja, não deixe para pesquisar o melhor lugar apenas quando a fome bater durante a viagem, ok? É importante que você já vá para Orlando com algumas possibilidades mais econômicas traçadas.

Além disso, evite o desperdício! Tudo pode parecer delicioso e a vontade de experimentar pode ser imensa. Porém, não se deixe levar pela tentação e consuma aquilo que realmente lhe satisfaça. Não vá para os restaurantes em busca de algo que faça você “comer até não dar mais”. Não é o momento para isso!

7 Cuidado com as compras

E, por falar em consumir, estamos diante de mais um ponto que pode prejudicar muita gente, principalmente em épocas de dólar alto: compras. E isso vale para qualquer tipo de compra.

Principalmente no parque, quando estamos diante de tantas possibilidades temáticas que fazem com que nós nos sintamos de volta a nossa infância. Portanto, tenha cautela na hora de comprar, e também tenha critérios!

A gente sabe que você sentirá aquele desejo imenso de adquirir brinquedos e souvenirs que trazem aquela sensação nostálgica. Porém, vá com um foco para as suas compras! Adquira aquilo que realmente signifique algo expressivo para você. Afinal, este não é um bom momento para se deixar levar pelo impulso, não é mesmo?

8 Planeje-se antes de comprar os ingressos do parque

Não compre ingresso para diversos dias e deixe a coisa “acontecer naturalmente”. Você precisa planejar exatamente quais parques você deseja visitar, na sua estadia em Orlando, para não “gastar” com algo que você nem quer tanto assim, e em seguida tendo que comprar mais ingresso para, de fato, visitar o que você queria muito.

Portanto, pesquise sobre as possibilidades, conheça um pouco mais, veja vídeos e fotos. Eleja aquilo que realmente desperta o seu interesse e que realmente possa lhe imergir em sensações incríveis.

Assim você poderá dedicar o seu tempo e o seu dinheiro para algo que esteja, de fato, valendo à pena. E evita de investir em atrações por pura curiosidade, sem ao menos curtir o personagem ou o tema em questão.

Portanto, dê prioridade para aquelas atrações que você realmente gosta. E se, por algum motivo, mais tarde sobrar um tempinho e um pouco de dinheiro, você investe em outras possibilidades para abranger o seu conhecimento pelo parque em si.

9 Economize na bagagem e na passagem

Sim, esta dica pode até parecer um pouco estranha e sem coerência, mas ela é uma total verdade! Você pode economizar na bagagem e, consequentemente, economizar na passagem. Como? Tirando a possibilidade de despachar uma mala.

Porém, é claro que se você pretende viajar por muito tempo, talvez você precise sim despachar uma mala grande. Em contrapartida, se a sua viagem é mais curta, não hesite em levar apenas uma bagagem de mão.

A economia pode não ser tanta quanto você queria, mas certamente você terá um resultado interessante, quando considerar a ida e a volta. Portanto, aposte nesta possibilidade, e viva ao minimalismo nas viagens pelo mundo!

10 Ainda assim ficou difícil? Não tenha pressa!

Lembra daquele ditado, “a pressa é inimiga da perfeição”? Pois é! Pense bem sobre ele! Pois se você ainda está sentindo dificuldades e as contas não têm fechado da forma que você gostaria, talvez este não seja o melhor momento para você viajar.

Isto é, o seu planejamento pode ficar para uma viagem que ocorrerá mais tarde. O que nos dá respaldo para que você tenha mais tempo para se programar, economizar e assim preparar a sua viagem.

Porém, é importante que você compreenda que quando falamos de “deixar para mais tarde”, não quer dizer “retomar o planejamento mais tarde”. Não! Mas sim, quer dizer que você pode começar a planejar hoje, uma viagem que pode acontecer daqui um ano.

Sim, a gente sabe que isto pode ser até um pouco frustrante e cansativo, mas pense: o tempo passa de qualquer forma, então por que não aproveitá-lo para preparar a realização de um sonho?

Não é porque você não vai viajar amanhã que a viagem não será interessante e super incrível. Mas sim, de acordo com as suas questões econômicas e financeiras, você necessita de um pouco mais de tempo para preparar a melhor viagem de sua vida até então. Portanto, não desanime! Apenas comece de um modo mais devagar, mas sem parar, ok?

Viajando para Orlando

Agora que você já conheceu todas as nossas dicas, é hora de pegar lápis e papel e fazer aquele planejamento incrível para a sua viagem dos sonhos. E, feito isso, depois é só usufruir de cada minuto e registrar o maior número de momentos possíveis. Aposte!

Add Comment